Hospital de São João de Portel

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/TT/HSJP
Title type
Atribuído
Date range
1541 Date is certain to 1820 Date is certain
Dimension and support
1 liv.
Biography or history
O Hospital de São João de Portel era masculino e pertencia à Congregação dos Cónegos Seculares de São João Evangelista (vulgarmente conhecidos por Lóios).

Foi fundado no séc. XIII e em 1263 os seus primeiros estatutos foram aprovados, sendo o seu procurador o padre Francisco da Conceição.

Em 1396, o donatário de Portel, Nuno Álvares Pereira, aprova a confirmação da confraria do hospital.

Em 1541, a pedido de D. Teodósio, duque de Bragança, a administração do Hospital de São João de Portel ficou a cargo do Convento de São João Evangelista de Évora, da Congregação dos Cónegos Seculares de São Evangelista, sendo o reitor de Évora, por inerência, provedor do hospital com obrigação de visitação anual. Nessa mesma data, recebeu novo regimento e foram patrocinadas as ampliações arquitectónicas do complexo hospitalar.

Em 1631, D. João IV concede-lhe o privilégio de Hospital Real.

Em 1834, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" empreendida pelo Ministro e Secretário de Estado, Joaquim António de Aguiar, executada pela Comissão da Reforma Geral do Clero (1833-1837), pelo Decreto de 30 de Maio, foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas, ficando as de religiosas, sujeitas aos respectivos bispos, até à morte da última freira, data do encerramento definitivo.

Os bens foram incorporados nos Próprios da Fazenda Nacional.
Custodial history
O único livro foi remetido à Torre do Tombo pela Direcção Geral dos Próprios Nacionais entre 1867 e 1894.

No final da década de 1990, foi abandonada a arrumação geográfica por nome das localidades onde se situavam os conventos ou mosteiros, para adoptar a agregação dos fundos por ordens religiosas.

Esta documentação foi sujeita a tratamento arquivístico, finalizada cerca do ano 2004, empreendido por uma investigadora externa à Torre do Tombo, Isabel Castro Pina, que procedeu à sua descrição e, a tinha considerado como um subfundo do Convento de São João Evangelista de Évora. Apesar de ter proposto esta alteração, esta não chegou a concretizar-se, porque não existindo qualquer documentação proveniente do Convento de São João Evangelista de Évora, não deverá haver fundo documental. Assim, a documentação manteve-se como se encontrava anteriormente.
Scope and content
Trata-se de um códice factício que contém documentos relativos ao processo de instituição do hospital e a sua passagem para a alçada dos Cónegos Seculares de São João Evangelista.

Guia de Fundos Eclesiásticos; Congregação dos Cónegos Seculares de São João Evangelista
Arrangement
Organização em séries documentais correspondendo à tipologia formal dos actos.
Other finding aid
ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Lisboa: ANTT, 2000- . Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência da Torre do Tombo. Em actualização permanente.

Índice (inventário) dos livros de diversos conventos, ordens militares e outras corporações religiosas guardados no Arquivo da Torre do Tombo, conventos diversos, caderneta 3 (Santo Elói a Teatinos), (C 270), p. 57.
Creation date
28/02/2011 00:00:00
Last modification
22/05/2013 13:52:21