Mosteiro de São Pedro de Roriz

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/TT/MSPR
Title type
Atribuído
Date range
1115 Date is certain to 1335 Date is certain
Dimension and support
1 mç.; perg., papel
Biography or history
O Mosteiro de São Pedro de Roriz era masculino, situava-se na povoação e freguesia de São Pedro, concelho de São Tomé de Negrelos, e pertencia aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho.

Foi fundado na segunda metade do século XI, por D. Toure Sarnão, mencionado no "Livro Velho de Linhagens".

Desde 1090 que a existência e actividade do Mosteiro estão documentadas.

O Censual do Cabido do Porto refere-o no ano de 1096.

Pelo breve "Officii Mei"do papa Calisto II, sobre os limites das dioceses do Porto e de Braga, o Mosteiro de Roriz estava sujeito ao bispo do Porto.

Em 1173, D. Afonso Henriques doou-o aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho. As propriedades do seu couto encontram-se referidas nas Inquirições régias de 1220 e 1258.

No Catálogo das igrejas, comendas e mosteiros do reino de 1320, São Pedro de Roriz foi avaliado em 600 libras, o valor mais elevado de todos os mosteiros e igrejas da Terra de Negrelos.

Em 1492, D. João II entregou-o a um comendatário.

D. Luís de Almeida foi prior do Mosteiro de São Pedro de Roriz e do Mosteiro de São Miguel de Vilarinho.

Em 1528, o registo da visitação feita em nome de D. Diogo de Sousa, arcebispo de Braga, refere o estado de decadência material e disciplinar apresentado pelo Mosteiro.

Estando diversos mosteiros da Ordem de São Bento, da Ordem de Cister, e da Ordem de Santo Agostinho quase sem religiosos e situados em lugares ermos e distantes dos centros mais populosos e com pequenos rendimentos, e havendo muitas casas das ordens de São Domingos, de Eremitas de Santo Agostinho, de Carmelitas, da Companhia de Jesus, de São Jerónimo e de outras, com excesso de religiosos e vocacionadas para as missões, nomeadamente, na Guiné, Índia e Brasil, [e para a formação e o ensino], Pio V incumbiu o cardeal D. Henrique, seu Legado de Latere e da Sé Apostólica, o arcebispo de Braga e o bispo de Leiria de avaliarem a situação de cada um dos mosteiros destas Ordens, para se identificarem os mais aptos para a observância regular. As casas, ainda que já unidas às Congregações de São Bento, de Cister e de Santo Agostinho, que devessem ser dadas às outras Ordens, quando vagassem, cessassem as comendas ou as administrações dos que as possuíam, receberiam a anulação das respectivas uniões, a supressão e extinção das ordens a que tinham pertencido. Ao cardeal concedeu a faculdade e a autoridade de as unir e aplicar aos mosteiros, casa ou colégio das ordens de São Domingos, da Companhia de Jesus, de Eremitas de Santo Agostinho, de Carmelitas e de São Jerónimo, que lhe parecesse mais conveniente.

Em 1573, por breve de Gregório XIII, foi encerrado, a comunidade religiosa foi extinta, e a igreja passou a paroquial.

A igreja de Santiago de Carvalhosa estava anexa "in perpetuum" a São Pedro de Roriz.

O extinto mosteiro passou a depender do Colégio de São Paulo de Braga, da Companhia de Jesus.
Custodial history
Não é ainda conhecida a história custodial do fundo.

Parte da documentação esteve integrada na designada Colecção Especial. Entre os anos de 1938 e 1990, sempre que possível e considerando a sua proveniência, a documentação foi reintegrada nos fundos, numa tentativa de reconstituição dos cartórios de origem. Estes documentos foram ordenados cronologicamente, constituídos maços com cerca de 40 documentos, aos quais foi dada uma numeração sequencial.

Em 1990, sob orientação da Dr.ª Maria José Mexia Bigote Chorão, alguns documentos deste fundo foram nele integrados, depois de ter sido identificada a sua proveniência, e retirados da colecção Documentação de conventos por identificar, cx. 13, conforme apontamento existente na caixa.

No final da década de 1990, foi abandonada a arrumação geográfica por nome das localidades onde se situavam os conventos ou mosteiros, para adoptar a agregação dos fundos por ordens religiosas.
Scope and content
Contém documentos relativos à igreja de São Pelágio, cartas de venda, de doação, testamento, prazos, composição com o abade e convento do Mosteiro de São Pedro de Cete, instrumento de posse de bens.

Guia de Fundos Eclesiásticos; Cónegos Regulares de Santo Agostinho; Masculino
Arrangement
Ordenação numérica específica para cada tipo de unidade de instalação (maço).
Language of the material
Letra visigótica de transição para a carolina.
Other finding aid
ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Lisboa: ANTT, 2000- . Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência da Torre do Tombo. Em actualização permanente.

Inventário das Corporações Religiosas, desintegrado da antiga Colecção Especial (inclui a tabela de equivalência e a "Nota explicativa" da restituição dos documentos aos cartórios de origem, feita pela conservadora Maria Teresa Geraldes Barbosa Acabado), em 24 de Julho de 1978, (L 208), f. 8v.

Suplemento da Colecção Especial: relações de unidades de instalação respeitantes a instituições eclesiásticas regulares e seculares (L 207), f. 13v.
Related material
Portugal, Arquivo Distrital do Porto, Convento de São Pedro de Roriz - Santo Tirso.

Portugal, Arquivo Distrital de Braga.

Portugal, Arquivo da Universidade de Coimbra.

Portugal, Biblioteca Nacional.

Portugal, Torre do Tombo, Cónegos Regulares de Santo Agostinho, Mosteiro de São Vicente de Fora, 2.ª incorporação, cx. 25.

Portugal, Torre do Tombo, Inquirições de D. Afonso III, 2.ª alçada.
Publication notes
ACADEMIA PORTUGUESA DE HISTÓRIA - "Documentos Medievais Portugueses". Lisboa: A.P.H., 1945-1962. V. 3 e 4.
"Ordens religiosas em Portugal: das origens a Trento: guia histórico". Dir. Bernardo de Vasconcelos e Sousa. Lisboa: Livros Horizonte, 2005. ISBN 972-24-1433-X. p. 203-204.
SANTOS, Maria José Azevedo - "Da visigótica à carolina: a escrita em Portugal de 882 a 1172: aspectos técnicos e culturais". Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian; Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, 1994. p. 130. ISBN 972-31-0633-7.
Creation date
22/02/2011 00:00:00
Last modification
02/02/2017 10:33:39