Digital representation
Digital representation thumbnail

Autos crimes da Relação de Lisboa em que é recorrente Francisco Caminha e recorrido o Ministério Público

Description level
File File
Reference code
PT/TT/TRL/001/0050/00006
Title type
Atribuído
Date range
1839 Date is certain to 1857 Date is certain
Dimension and support
864 f.; papel
Scope and content
A ação prende-se com furto e homicídio.

Primeira instância: "Autos de querela dada pelo crime de roubo e mortes praticadas nas pessoas de Maria da Conceição Correia Mourão, Emília Correia Mourão, Vicência Correia Mourão, José Alis Correia Mourão na casa do médico Pedro de Andrade na Rua do Alecrim n.º 36 na noite de 26 para 27 de Setembro de 1839". Querelante o Ministério Público. Querelado Francisco Caminha

Na ocasião foi roubado dinheiro, peças de prata e ouro e outros objetos.

São réus: António Martins, caixeiro de celeiro, Manuel Joaquim da Silva, de alcunha o beiço rachado, soldado desertor de Infantaria 10, José Claudino Coelho o pé de dança, barbeiro, Diogo Alves o pancada, bolieiro, Maria da Conceição, Gertrudes Maria, Alonso Bissada, aguadeiro do Chafariz de Alegria, João das Pedras o enterrador, aguadeiro do Chafariz de Alegria, António Gonçalves Palhares, soldado de inantaria número sete, José Manuel Lopes, guarda barreira, Cosme de Araújo, aguadeiro do Chafariz das Necessidades, João Maria, arameiro e cabo de polícia, Fernando Baleia, criado de servir. Réus ausentes: Francisco Caminha, criado de servir, António José Saraiva, guarda de fábrica de rapé, um indíviduo de apelido Cardoso.



Apensos: 10.
Physical location
Feitos Findos, Tribunal da Relação de Lisboa, mç. 50, n.º 6
Language of the material
Português
Notes
Nota ao elemento de informação "Título": processo de Diogo Alves.
Creation date
3/11/2015 1:10:57 PM
Last modification
4/2/2015 10:43:37 AM