Digital representation
Digital representation thumbnail
Available services

Inventário de extinção do Convento da Santíssima Trindade de Lisboa

Description level
File File
Reference code
PT/TT/MF-DGFP/E/001/00222
Title type
Atribuído
Date range
1834 Date is certain to 1835 Date is certain
Dimension and support
1 proc. (798 f.); papel
Scope and content
Contém o inventário dos bens móveis e imóveis do Convento dos religiosos da Ordem da Santíssima Trindade, freguesia do Sacramento.

A 19 de Dezembro de 1833, o Dr. Caetano Gomes Leitão, juiz supressor, José Gualdino Ferreira, escrivão, procederam à descrição dos objetos de culto: paramentos, pavilhões, pálio, entre outros.

Compreende a descrição da livraria, objetos do comum, louça da cozinha, objetos preciosos, rendimentos, prazos, cartório, entre outros.

Contempla a representação de frei Manuel Guedes, vigário "in capite", requerimentos, entre outros, sobre desavenças ocorridas entre alguns religiosos privilegiados e seus costumes, e sobre a acomodação de frades na casa do cartório, pois nesta casa só entrava o prelado (1833).

A 29 de agosto de 1834, José Manuel Pereira de Sequeira Bramão, provedor, delegado do procurador régio, António Pereira Mendes, escrivão, procederam ao auto de posse e avaliação da Igreja e anexos: prédios urbanos e rústicos.

Inclui a descrição dos objetos de culto da Igreja que foram entregues ao pároco da freguesia do Sacramento António Fernando Leite de Sousa; relação dos objetos - mobiliário, tapetes, entre outros - conservados no Convento e entregues à Prefeitura.

Integra a relação dos bens, auto de posse e avaliação das casas dos religiosos trinos calçados situadas na praça Velha na vila de Almada.

Reúne requerimentos de inquilinos, avaliação do Convento e casas na rua Larga de São Roque, na travessa de Deus, terrenos, entre outros.

Inclui a lista dos religiosos da comunidade, que "pela Portaria da Junta do Melhoramento foram mandados para o Convento de Sintra todos os religiosos que não tivessem licença para usarem de vestidos curtos, exceto o padre frei José Ferreira".

Contempla a relação dos livros pertencentes ao cartório do Hospício de Nossa senhora das Mercês em Vila Franca, administrado pela Província da Trindade, relação dos livros e papéis antigos do cartório da Província da Trindade, e ainda, a relação dos livros e papéis do cartório do Convento da Trindade de Lagos, administrado pela referida Província.

Contém a descrição e avaliação da Quinta da Portela na estrada de Sacavém, freguesia dos Olivais, edital, arrematação.

Integra o mapa demonstrativo de todo o rendimento do Convento, dívidas ativas e passivas, encargos pios, livraria e cartório, bem como requerimentos de religiosos a solicitarem exemplares da livraria (Bíblia, entre outros) para uso pessoal.

Reúne autos de posse de bens móveis, prédios rústicos e urbanos em diversas localidades, em virtude de serem administrados pelo Convento de Lisboa: foros de bens situados em Évora e foreiros, sendo corregedor José Maria Soares da Câmara Zarco; autos cíveis de leilão e arrematação para venda e arrendamento de bens em Alvito; autos de posse e avaliação da Quinta denominada da Santíssima Trindade - foi doada ao Convento por D. Beatriz (Brites) Pereira, primeira sobrinha do condestável de Portugal D. Nuno Álvares Pereira, e mulher de Rui de Melo, almirante deste reino, tendo o Convento tomado posse em 1488, de acordo com informação assinada por Carlos Morato Roma, do Tesouro Público -, no lugar do Seixal, termo da vila de Almada, e condições para arrematação; Beja, Viana do Alentejo, Grândola, Cascais, Estremoz, Alcácer do Sal, Setúbal, Santa Iria da Póvoa (Alverca), Barreiro, Unhos, Arruda, Alhandra, Alenquer, Camarate, Sintra, Santarém, Benavente, entre outros.

Apresenta um selo de chapa.

Physical location
Ministério das Finanças, Convento da Santíssima Trindade de Lisboa, cx. 2232
Original numbering
IV-D-80 (1), n.º 221
Language of the material
Português
Notes
Documento selecionado para o projeto "Lx Conventos: Da cidade sacra à cidade laica. A extinção das ordens religiosas e as dinâmicas de transformação urbana na Lisboa do século XIX.", financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (PTDC/CPC-HAT/4703/2012). Este projeto tem como Instituição Proponente o Instituto de História de Arte, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa, que decorreu entre Maio de 2013 e Abril de 2015.
Creation date
3/8/2012 11:57:27 AM
Last modification
7/12/2016 10:18:55 AM
Record not reviewed.