João Francisco Camacho

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/TT/JFCM
Title type
Atribuído
Prominent dates
2.ª metade séc. XIX
Dimension and support
1 álbum fotográfico e 19 u.i. com 224 doc. fotográficos (negativos e positivos, vidro, nitrato, papel, p/b, 10,5x15cm, 112x14cm, 12x16,5cm, 13x18cm, 18x46,5cm, 18,5x24,5cm, entre outros formatos, colódio, gelatina e sais de prata
Biography or history
Nascido na Madeira em 1833, João Francisco Camacho abriu a sua primeira casa fotográfica na cidade do Funchal em 1863, na Rua do Conselheiro, nº5 e, mais tarde, na Rua de São Francisco, nº21.

Viajou pela Europa e pelos Estados Unidos da América onde contactou com alguns mestres da fotografia da época.

Em 1879, deixou a Madeira para se estabelecer em Lisboa na Rua Nova do Almada, nº116. Apesar de um incêndio lhe ter destruído uma parte significativa do seu arquivo em 1880, é durante esta década que trabalha para a família real e para algumas das publicações ilustradas de época como O Ocidente.

Para além de autor de um álbum de fotografias sobre a Torre de Belém e sobre o Mosteiro dos Jerónimos, João Francisco Camacho, foi galardoado com o título de fotógrafo da Imperatriz do Brasil.

As fotografias que foi tirando ao longo de 35 anos de actividade profissional pautam-se pelo rigor técnico e pelo cuidado cenográfico que sempre adoptou nos seus retratos de estúdio.

Após a sua morte em 1898, as revistas Ilustração Portuguesa e a Serões publicaram, a título póstumo, fotografias suas.

Custodial history
Esta documentação foi adquirida pelo Arquivo Nacional de Fotografia a Cândida Camacho em 1978 (80 doc. fotográficos), a José Martins dos Santos em 1982 (156 doc. fotográficos) e à Firma José Meyer Herdeiro em 1983 (44 negativos), desconhecendo-se a sua forma de aquisição.

Pelo Relatório de actividades 1976-1983 do Arquivo Nacional de Fotografia, elaborado por José Luís Madeira, sabe-se que a documentação esteve armazenada no Museu Nacional do Traje até 1979, de onde passou para duas salas cedidas na Biblioteca Nacional até Fevereiro de 1981, e daí para os imóveis anexos ao Palácio da Ajuda onde começou a funcionar o então designado Arquivo Nacional de Fotografia (ANF), que a partir de 1980 e pelos Decreto-Lei n.º 59/80 de 3 de Abril e Decreto Regulamentar n.º 34/80 de 2 de Agosto passou a estar subordinado ao Instituto Português do Património Cultural.

O Decreto-Lei n.º 278/91 de 9 de Agosto ao mesmo tempo que criou o Instituto Português de Museus (IPM), extinguiu a Divisão de Fotografia do IPPC, colocando na dependência directa do Director do IPM a gestão do património fotográfico.

Na lista Espólios do ANF, da responsabilidade de Vitória Mesquita e datada de 1996, este fundo é apresentado como contendo 280 documentos fotográficos, existindo uma discrepância entre a dimensão apresentada nesta lista e a documentação existente.

Através do Decreto-Lei n.º 160/97 de 25 de Junho foi criado o Centro Português de Fotografia (CPF), e na sua dependência o Arquivo de Fotografia de Lisboa. Parte dos fundos custodiados pelo extinto Arquivo Nacional de Fotografia foram incorporados no CPF, sendo transferidos, em Setembro de 1999 do anexo do Palácio da Ajuda, para o edifício da Torre do Tombo, local onde se instalou provisoriamente o Arquivo de Fotografia de Lisboa do CPF.

O Decreto-Lei nº 93/2007, de 27 de Março e a Portaria nº 372/2007 de 30 de Março consagraram a dependência do CPF em relação à Direcção Geral de Arquivos (organismo que resultou da fusão entre o Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo e o Centro Português de Fotografia), e a documentação do Arquivo de Fotografia de Lisboa foi integrada no Arquivo Nacional da Torre do Tombo.

Scope and content
As fotografias que compõem este fundo mostram a família real portuguesa, o Museu da Marinha, vistas panorâmicas (Lisboa, Estoril e Funchal), barcos, retratos de grupo, retratos de estúdio, edifícios (Agência dos Armazéns do Chiado, Sanatório de Nossa Senhora da Piedade em Penafiel, Estação de Santa Apolónia, Instituto Central de Higiene, Faculdade de Medicina no Campo Mártires da Pátria e Terreiro do Paço em Lisboa), fábricas, monumentos (Torre de Belém, Mosteiro dos Jerónimos, Mosteiro da Batalha e Palácio da Pena), bombeiros, etc.

O álbum fotográfico ilustra a cidade de Beja e o Convento da Conceição.

Access restrictions
Documentação não acessível ao público e que aguarda tratamento.
Language of the material
Português
Related material
PT/TT/AGN. No fundo António Garcia Nunes existem fotografias da autoria de João Francisco Camacho.
Creation date
2/26/2008 12:00:00 AM
Last modification
7/15/2013 11:00:17 AM