Colecção Especial

Description level
Collection Collection
Reference code
PT/TT/CESP
Title type
Atribuído
Date range
1154 Date is certain to 1831 Date is certain
Dimension and support
73 cx.; perg., papel
Custodial history
A Colecção Especial foi organizada na Torre do Tombo, provavelmente, por José Manuel Severo Aureliano Basto, oficial-maior do Arquivo, a partir dos documentos dos fundos das corporações religiosas extintas pelo decreto de 30 de Maio de 1834, e incorporados no Arquivo em 1836, pela portaria de 1 de Maio.

Esta incorporação incluiu documentos de mosteiros e conventos dos distritos de Lisboa, Santarém, e Leiria, pertencentes a diferentes Ordens: Eremitas Calçados de Santo Agostinho (Convento de Nossa Senhora da Graça de Lisboa e Convento de Santo Agostinho de Santarém), Eremitas Descalços de Santo Agostinho (Boa Hora do Chiado ?), da Ordem de São Bento (Mosteiro de São Bento de Santarém), da Ordem de Cister (Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça), de São Camilo de Lélis de Lisboa, da Ordem do Carmo Calçado (Nossa Senhora do Carmo de Lisboa), de Carmelitas Descalços (de Santarém e Setúbal), da Congregação do Oratório de Lisboa, da Ordem dos Pregadores (Mosteiro de São Domingos de Lisboa, Mosteiro de São Domingos de Santarém), da Ordem dos Frades Menores (Convento de São Francisco da Cidade de Lisboa, Convento de São Francisco de Xabregas, Convento de São Francisco de Setúbal ) e da Ordem Terceira (Convento de Nossa Senhora de Jesus do Sítio de Santarém), freiras de São João de Setúbal, da Ordem de Santiago e Espada e do Convento de Palmela, da Ordem de Cristo e do Convento de Tomar, da Ordem de São Jerónimo (São Jerónimo de Penha Longa), Convento de São Bento de Xabregas ou Lóios do Beato Santo António, da Ordem da Santíssima Trindade e do Convento da Santíssima Trindade de Santarém, do Mosteiro de São Vicente de Fora de Lisboa e dos mosteiros que lhe foram anexados de Cónegos Regulares de Santo Agostinho.

As bulas e breves foram retirados dos fundos do Convento de Tomar (incluindo as concedidas à Ordem do Templo e à Ordem de Cristo), do Convento de Palmela (incluindo as concedidas à Ordem de Santiago), do Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça (incluindo as concedidas à Ordem de Cister), do Convento de Nossa Senhora da Graça de Lisboa (incluindo as concedidas à Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho), do Mosteiro de São Vicente de Fora (incluindo documentos até ao século XIII dos Mosteiros de São Jorge de Coimbra, de Vila Boa do Bispo, do Salvador de Paderne, do Salvador de Moreira, de Santa Maria de Landim), do Convento de São Domingos de Lisboa, do Convento de São Domingos de Santarém, do Convento da Santíssima Trindade de Lisboa, do Convento da Santíssima Trindade de Santarém, do Convento de São Francisco de Xabregas, do Mosteiro de Santa Maria de Seiça, do Mosteiro de São Jerónimo de Penha Longa (incluindo as concedidas à Ordem de São Jerónimo), do Convento de São Bento de Xabregas, Convento de São Francisco de Estremoz, e de outros, os quais produziram, acumularam e/ou conservaram os documentos de acordo com a respectiva história administrativa.

Os documentos seleccionados para integrar a Colecção Especial, segundo um critério de valor, ou de importância, não foram organizados por proveniência mas receberam ordenação cronológica.

A Colecção Especial foi dividida em Documentos pontifícios, breves de núncios, sentenças apostólicas, executoriais e miscelânea eclesiástica (caixas 1 a 27), em Documentos reais, e de pessoas eclesiásticas (caixas 28 a 77) e em Miscelânea de documentos particulares e eclesiásticos dos séculos X a XVII (caixas 78 a 186) instalados em 186 caixas numeradas.

Em 1939 e 1940, no âmbito da preparação da publicação dos "Documentos medievais portugueses", Rui de Azevedo, apesar de opiniões contrárias, entendeu ser necessário restituir aos cartórios dos produtores os documentos datados até ao século XII, que se encontravam na Miscelânea de documentos particulares e eclesiásticos, instalados em 108 caixas. Este trabalho incluíu os que tinham sido transferidos para os cartórios dos mosteiros ou conventos administradores, no âmbito das anexações verificadas desde o século XVI. Os documentos das primeiras 27 caixas da Colecção Especial não sofreram intervenção: são por isso, unidades de descrição relacionadas completivas dos respectivos fundos.

Em 1946, prosseguiu a arrumação e ordenação dos documentos das caixas 28 a 31 (documentos régios) e das caixas 77 a 130, sendo elaborada a tabela de equivalência entre as cotas da Colecção Especial e as cotas actuais em cada fundo, dando origem ao instrumento de descrição Inventário das Corporações Religiosas, desintegrado da antiga Colecção Especial (L 208), que inclui a tabela de equivalência e a "Nota explicativa" da restituição dos documentos aos cartórios de origem, feita pela conservadora Maria Teresa Geraldes Barbosa Acabado, datada de 24 de Julho de 1978. Este instrumento de descrição demonstra que, além dos documentos da primeira incorporação, outros, entrados no Arquivo em datas posteriores, integraram a Colecção Especial e foram de novo restituídos aos seus fundos.

Em 1967, foram integrados nos fundos os documentos que se encontravam nas caixas 131 a 186, pela arquivista Maria José Mexia Bigotte Chorão.

Na caixa 72, maço 1, falta o documento de D. Fernando, rei de Castela (1193), no maço 5 falta o documento do infante D. Afonso (1274), no maço 16 falta o documento da rainha D. Brites (1348), no maço 20 falta um documento da rainha D. Mafalda e do Mosteiro de Arouca, no maço 21 falta um documento da rainha D. Mécia (1246), no maço 22 falta um documento de D. Teresa, filha de D. Sancho I, no maço 24 falta um documento da infanta D. Branca (1319), no maço 39 falta um documento do bispo de Lisboa (1298).

Alguns dos documentos encontram-se cosidos a capilhas, com sumários registados, fruto do trabalho realizado nos cartórios de origem.

As bulas das caixas 1 a 7, têm registado no verso o fundo a que pertencem; os documentos das caixas 1 a 7, e 17 foram ordenados cronológicamente e organizados por pontificado.

Os documentos das caixas 8 em diante, não têm identificado o fundo de origem. Os documentos das caixas 11, 12, 13, não estão organizados por pontificado. Os documentos da caixa 72 estão organizados por personalidades, e instalados em macetes.

As faltas de documentos da Colecção Especial foram verificadas em 1951, e em 1961.
Scope and content
Contém bulas, cópias figuradas, públicas-formas, cópias autênticas, cópias não autenticadas de bulas, motu proprio, bulas e breves impressos, dos papas Gregório III ?, Adriano IV, Alexandre III, Lúcio III, Urbano III, Clemente III, Celestino III, Inocêncio III, Honório III, Gregório IX, Inocêncio IV, Alexandre IV, Urbano IV, Clemente IV, Lúcio III, Gregório X, Nicolau III, Martinho IV, Honório IV, Nicolau IV, Celestino V, Bonifácio VIII, Bento XI, Clemente V, João XX, Urbano V, Bento XII, Clemente VI, Inocêncio VI, Urbano V, Urbano VI, Gregório XI, Bonifácio IX, João XXII, Honório III, Martinho V, Eugénio IV, anti-papa Bento XIII, Nicolau V, Calisto III, Pio II, Alexandre VI, Paulo II, Inocêncio VIII, Xisto IV, Paulo III, Júlio II, Leão X, Clemente VII, Paulo III, Júlio III, Paulo IV, Pio IV, Pio V, Gregório XIII, Clemente VIII, Xisto V, Paulo V, Gregório XIV, Gregório XV, Urbano VIII, Inocêncio X, Alexandre VII, Clemente IX, Inocêncio XI, Inocêncio XII, Clemente X, Paulo III, Clemente XI, Inocêncio XIII, Bento XIII, Clemente XII, Bento XIV, Clemente XIII, Clemente XIV, Pio VI (caixas 1 a 15).

As bulas da Colecção Especial contêm privilégios (de isenção da jurisdição eclesiástica, relativos à administração de sacramentos e aos enterramentos, de absolvição de excomunhão), indulto, rescritos, incitamento, ordens, apelo, nomeações (de abades e de priores de mosteiros, de juízes de contendas, de reitor de igreja), mandados (de excomunhão, de aceitação de conversos, de protecção, sobre nomeações, sobre bens alienados, sobre pagamentos de dízimas), censuras, determinações (relativas a rações de igrejas, dando comissões, sobre autoridade concedida a arcebispos), bem como sentenças, proibição, manifesto sobre eleição papal, de concessão e confirmação de privilégios, a reintegração de bens alienados, a anexação de igrejas. Inclui também bulas concedendo indulgências, dispensas (para tomar ordens, para casamento), isenções (do pagamento de dízimas), autorizações (para usar altar portátil, de permuta de priores, de reforma de ordem), bulas fazendo concessões (de jurisdição, de indulgência plenária, de benefício eclesiástico), bulas concedendo pensões anuais por renúncia a lugares ou a vigararia, ou o grau de Mestre em Teologia. Inclui ainda bulas confirmando doações régias, posse de igrejas, privilégios, liberdades e imunidades, abade, prior, a celebração de festas litúrgicas, concórdias, capela, bens, indulgências, dispensa, isenção da jurisdição eclesiástica ou secular, regras e estatutos. Bulas de absolvição de cumprimento de sacramento, de anulação de doações, de conservatória geral, concórdia (traslado) sobre pontos de doutrina entre as Igrejas do Ocidente e a do Oriente, bulas de exortação sobre nomeação de bispo, de conservatória, revogando bula, incluindo sentença, bulas contendo a extensão de privilégios e de indultos, de união de mosteiros, de anexação de igrejas à Universidade de Coimbra, mandando restituir bens alienados, definindo as atribuições dos conservadores e dos juízes eclesiásticos (1544), provendo bispado, sobre a visita de Conventos da Ordem de Cristo. Integra também o edital impresso do Dr. Bonifácio Coelho, vigário geral pelo patriarca de Lisboa, cartas de D. Afonso, bispo de Silves, de D. Martinho, arcebispo de Braga, de Guilherme, presbítero, sobre o acolhimento e o auxílio a dar aos monges da Santíssima Trindade, bula do Concílio de Constança (vacatura da Sé Apostólica, 1416)?, a bula da fundação da Ordem de Cristo, bula concedendo a Constituição aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho.

Existem bulas e breves dirigidos ao bispo de Évora, ao arcebispo de Braga e sufragâneos, ao infante D. Pedro sobre a desejada protecção do Conde de Bolonha às igrejas, mosteiros, órfãos e viúvas, bulas dirigidas ao bispo de Perusa, ao decano, ao chantre, ao deão da sé de Coimbra, ao bispo de Ciudad Rodrigo, ao bispo de Toledo relativamente a esmolas para ajuda nas lutas na Terra Santa, ao bispo, arcediácono, ao cantor, ao deão da sé de Lisboa, ao bispo, decanos de Viseu, e prior de Lagiosa, ao bispo de Palência, aos arcebispos de Toledo e de Sevilha, ao bispo de Córdova, ao arcediácono da igreja de Tui, ao arcebispo de Compostela, ao bispo da Guarda, ao deão da sé de Silves, ao bispo de Anagui, devedor e colector dos frutos e cereais da Câmara Apostólica, em Portugal, a Nuno Álvares, prior da diocese de Viseu, ao infante D. Henrique duque de Viseu, ao abade do Mosteiro de Cedofeita, a D. Jorge, duque de Coimbra, dministrador das milícias de Santiago e de Avis, ao arcebispo de Braga e ao abade de Santa Maria de Pombeiro, ao cardeal D. Jorge da Costa, ao cardeal infante D. Afonso, a D. Sebastião, entre outros.

Contém bulas da Ordem do Templo, da Ordem de Cristo e do Convento de Tomar, bula contendo mandado dirigido aos priores do Convento de Tomar e do Convento de Leça, relativo aos bens da Ordem de Cristo.

Inclui bulas do Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça relativas ao Mosteiro de São João de Tarouca, ao Colégio de São Bernardo de Coimbra, à Confraria da Assunção de Nossa Senhora com sede no Mosteiro de Odivelas, ao Mosteiro de Maceira Dão, bula dirigida ao Mosteiro de Santa Maria de Seiça.

Compreende ainda, bulas da Ordem da Santíssima Trindade para a Redenção dos Captivos, Província de Portugal, (extensão dos indultos concedidos à Ordem em Espanha), do Convento de Santarém ( igreja do Alvito).

Encontram-se bulas da Ordem de Santiago de Espada em Portugal, relativas a igrejas, a dízimas, à doação de Tavira, à eleição do mestre, aos bens da igreja de São Clemente de Loulé, protesto contra os reitores e clérigos das igrejas da diocese de Lisboa, de protecção apostólica, contendo privilégios, bula de fundação, estatutos e bens concedidos à Ordem, de excomunhão, documentos produzidos por D. Jorge, filho de D. João II, mestre de Santiago, de Avis, duque de Coimbra, Senhor de Montemor, Torres Novas, etc., muitos deles correspondendo a mandados para se lançar o hábito de Santiago a diversas pessoas, e a mandados de pagamento, entre outros documentos.

Inclui uma bula de confirmação e protecção apostólica concedida à Ordem de Santa Maria do Monte Gaudii de Jerusalém.

Integra também bula de confirmação de bens concedida à Ordem de Calatrava, solicitada pelo seu procurador, Lopo da Cunha (original de 1213, certidão de 1498), concedendo indulgência plenária aos que, confessados, morressem na luta contra os infiéis sob a bandeira da Ordem.

Contém bulas concedidas ao Mosteiro de São Vicente de Fora, de protecção apostólica, de privilégio concedidos à freguesia da igreja de São Vicente de Lisboa, e às igrejas de Santa Maria de Arruda, de Vilar Maior, de São Julião do Tojal, de Castelo Mendo, privilégio de poderem recusar candidatos a pensão ou benefícios eclesiásticos, de absolvição de excomunhão, bula relativa à observância da Regra de Santo Agostinho, bula de isenção de dízimas sobre os bens e terras do Mosteiro, contendo recomendação dirigida ao alcaide de Lisboa e seus oficiais, sobre composições entre o bispo e cabido de Lisboa e o prior do Mosteiro, confirmando liberdades e imunidades, mandando pagar as rendas ao prior Estevão, concedendo indulgências, bula concedendo a Constituição dos Cónegos Regulares da Ordem de Santo Agostinho, nomeando prior, autorizando-o a ter altar portátil, permitindo a permuta de priores, entre outros documentos.

Integra as bulas concedidas ao Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, sobre o direito de excomungar os invasores e agressores dos bens e frades do Mosteiro, sobre os enterramentos destinados ao Mosteiro de Alcobaça, proibindo o prior de vender, doar, trocar bens da Ordem sem licença da Santa Sé, cópia autenticada da bula "Indemnitati vestrae"de Urbano IV, 19 de Outubro de 1262, datada de 13 de Julho de 1545, relativa à censura eclesiástica a exercer sobre os cónegos de São Vicente de Fora que deviam obediência ao seu prior, entre outros documentos.

Reúne igualmente as bulas concedidas ao Mosteiro de Mosteiro de São Jorge de Coimbra, confirmando a posse das igrejas de São Tiago da Covilhã, de São Vicente da Beira, termo da Covilhã, e das herdades de Fazalonir [?], Castelo Viegas, Ameal, rescrito mandando executar sentença sobre dízimas contra o prior de Tavarede,sobre a imposição de pensão perpétua de 70 ducados de ouro sobre os frutos da igreja de Santa Justa do Ameal, entre outros documentos.

Bulas concedidas à Ordem da Santíssima Trindade para a Redenção dos Captivos, ao Mosteiro da Santíssima Trindade de Santarém, relativa à capela da Conceição de Santarém dos Irmãos da Ordem da Santíssima Trindade, ao padroado de Alvito entre outros documentos.

Bulas concedidas à Ordem dos Pregadores, autorizando o uso de altar portátil, sobre a canonização de São Domingos (1234), sobre os privilégios concedidos à Ordem, sobre o voto de pobreza, a isenção do pagamento da porção canónica, excomungando os praticantes de violência contra os conventos e igrejas da Ordem, concedendo privilégios relativos à regra, serviço de culto, ensino, disciplina monástica, administração de bens, à excomunhão, suspensão ou interdição de membros da Ordem, bulas respeitantes ao exercício do culto nas dioceses vacantes, à excomunhão não autorizada, concedendo indulgências, bulas contendo privilégios concedidos ao Capítulo da Congregação, privilégios relativos às actividades da Ordem, à sagração e lançamento da primeira pedra de igrejas, bulas respeitantes a contratos e composições, à sujeição da Ordem à Santa Sé.

Bulas concedidas ao Mosteiro de São Domingos de Santarém, dando 300 libras de roubos e posses ilegais de bens de donos desconhecidos, concedendo indulgências a quem visitasse a sua igreja, proibindo a construição em volta dos seus terrenos numa extensão de 300 canas, ou 300 varas de oito palmos, concedendo privilégios de anulação de excomunhões impostas pelos prelados, de, não havendo interdito, poder realizar vigílias, certas festas de santos, e ofícios, privilégio de os frades poderem herdar, usufruir vender bens que lhes pertenceriam se permanecessem no século, bulas mandando celebrar certas festas nas suas igrejas, autorizando fundação de capela e construção de hospital, colocando a prioresa e monjas do Mosteiro de Santarém sobre a protecção da Ordem. Bula concedida aos Pregadores de Coimbra, sobre enterramentos. Bulas relativas ao Convento de São João Baptista de Setúbal e ao Mosteiro de São Domingos de Lisboa.

Bulas concedidas à Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, relativa ao privilégio de absolvição de excomunhão, concedendo indulgências aos fiéis que confessados e arrependidos visitassem as igrejas da Ordem em certos dias, dessem esmolas para a reconstrução das suas igrejas e casas da Ordem, bulas contendo a extensão de benefícios particulares a toda a Ordem, confirmando o privilégio de isenção de profissões e observâncias existentes antes da unificação geral, permitindo a celebração solene de certas festas, condenando a doutrina do Dr. João Poliaco. Bulas concedidas ao Convento de Nossa Senhora da Graça ou Mosteiro de Santo Agostinho de Lisboa, bula de protecção apostólica concedida às casas da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho em Espanha.

Bulas concedidas à Ordem dos Frades Menores, sobre o privilégio do direito de jurisdição sobre os frades e freiras da Ordem Terceira de São Francisco, em todo o mundo, sobre o voto de pobreza

Bulas concedidas ao Convento de Nossa Senhora do Monte do Carmo de Lisboa, ao Mosteiro de Nossa Senhora da Misericórdia das Berlengas, da Ordem de São Jerónimo, ao Mosteiro de Nossa Senhora da Conceição de Vale Benfeito, no termo de Óbidos, ao Mosteiro de Penha Longa, e à confraria de Nossa Senhora da Saúde, à Casa de São Francisco de Setúbal, ao Mosteiro de São Jerónimo de Penha Longa, ao Convento de Vale Benfeito, ao Convento de São Bento de Xabregas, Mosteiro da Beata Maria da Piedade de Santarém, ao Convento de São Francisco do Porto, aos Eremitas da Serra de Ossa, ao Mosteiro de Vila Boa do Bispo, Mosteiro de São Paulo de Coimbra, Mosteiro do Salvador de Paderne, ao Mosteiro de Nossa Senhora da Luz da Ordem de Cristo.

A documentação refere os Concílios de Latrão, Leão, os priores de São Julião, São Tiago e São Nicolau de Santarém, o Hospital de São Paulo, em Lisboa, o Mosteiro de Sisla (diocese de Toledo), a casa de Santa Maria de Leça da Ordem de São João do Hospital de Jerusalém, a irmandade de São Brás de Palmela, frei Bernardo de Brito e a Sé de Leiria, as igrejas de Santo António de Elvas, de São Bartolomeu de Coimbra e de Santo Estêvão de Castel Viegas, de São Tiago de Óbidos, Confraria de Santo António erecta na Igreja de São Brás de Barcelos, do Salvador de Elvas, a Igreja de Santa Marinha de Lisboa, a Mesa Episcopal do Porto, as Confrarias de Santa Maria de Atocha, de Nossa Senhora do Rosário erecta no Convento de Tomar, frei Francisco de Portugal, a Procissão do Corpo de Deus, o Mosteiro de Guadalupe, a Confraria do Rosário, o mestre-escola da Colegiada de Santa Maria da Alcáçova de Santarém, o protonotário e vigário de Lisboa

Contém também breves dos papas Eugénio IV, Alexandre VI, Júlio II, Leão X, Clemente VII, Paulo III, Júlio III, Paulo IV, Pio IV, Pio V, Gregório XIII, Xisto V, Gregório XIV, Clemente VIII, Paulo V, Gregório XV, Urbano VIII, Inocêncio X, Alexandre VII, Clemente IX, Clemente X, Inocêncio XI, Inocêncio XII, Clemente XI, Inocêncio XIII, Bento XIII, Clemente XII, Bento XIV, Clemente XIII, Clemente XIV, Pio VI, Pio VII, Leão XII, Pio VIII, Gregório XVI (caixa 16 a 18). Os breves dizem respeito a bens, ao julgamento das causas dos cavaleiros das ordens militares, a decisões do Tribunal da Rota, à dispensa de grau de consanguinidade, sobre o doutoramento de religiosos, sendo predominantes os que concedem indulgências por visita a igrejas ou para missas de finados, alguns proibem o empréstimo de ornamentos e paramentos, e a saída de livros ou de códices das livrarias de Alcobaça e de São Jerónimo de Penha Longa, um breve relativo à visitação das Ordens Militares de Cristo, de Santiago e Espada, e de Avis, outros foram dirigidos a confrarias que tinham sede em Mosteiros (Nossa Senhora do Pilar em São Vicente de Fora, Santa Maria do Desterro em Santa Maria de Alcobaça), breves dirigidos ao Convento de Nossa Senhora da Consolação ou de São Paulo de Alferrara, aos Mosteiros de São Jorge de Coimbra, de Santa Maria de Landim, do Salvador de Paderne, de Santa Maria de Vila Boa do Bispo, do Salvador de Moreira, às igrejas e ao prior geral da Congregação de Santa Cruz de Coimbra, ao Mosteiro de Celas, ao reitor do Colégio de São Bernardo de Coimbra, à igreja e Convento do Santíssimo Sacramento de Lisboa da Ordem de São Paulo Primeiro Eremita, ao Convento de Santa Maria dos Mártires de Sacavém, à igreja de Cedofeita, à Ordem de São Jerónimo e à capela de Valverde, ao Convento de Nossa Senhora da Rosa, à Congregação de Santa Maria Assunta fundada à semelhança da Congregação de São Filipe Néri, aos Capítulos de 1678, 1692, da Congregação de Portugal da Ordem de São Bernardo, ao Mosteiro de Alcobaça, à Ordem dos Frades Menores e ao Colégio Missionário do Varatojo (nomeações do provincial, dos definidores, dos guardiães no âmbito da Província do Algarves, breves concedendo licenças para tomar ordens e de supressão de tempo), à igreja e Convento de Nossa Senhora da Graça de Lisboa, à Igreja do Mosteiro de Santos-o-Novo, à Ordem de Nossa Senhora do Monte do Carmo, entre outros.

A Colecção Especial compreende também breves dos núncios Gregorius, Franciscus, Johanes Sabinensis, Anthonius Puccius, Marinus, Marcus, Hieronimus Vicenas, Joannes, Pompeius, Decius Carafo, Franciscus de Campos, Fabritius, Caracciolus, Franciscus Barberinus, Franciscus Ranizza, Marcellus, Franciscus Niccolinus, Sebastianus Antonius Tanarius, Georgius Cornelius, Michael Angelus, Vincentius Bichius, Cajetanus, Jacobus, Lucas, Philippus Acciajuoli, Innocentius, Bernardinus Muti, Gaudentius Antonini, Vincentius Ranuzzi, Carolus Bellisomi, Bartholomeus de PaccoLaurentius, Vincentius Machi, Joseph Cherubini, Jacobus Philippus, Alexander, Albertus (caixas 19 a 22).

A Colecção Especial contém ainda sentenças apostólicas (caixas 23 e 24) sentenças executoriais (caixas 25 e 26) miscelânea eclesiástica (caixa 27) documentos de D. Teresa, de D. Afonso I, de D. Sancho I, de D. Afonso II e de D. Sancho II (caixa 28), documentos de D. Afonso III (caixa 29), documentos de D. Dinis (caixa 30), documentos de D. Afonso IV, de D. Pedro I e de D. Fernando (caixa 31), documentos de D. João I (caixas 32 e 33), documentos de D. Duarte (caixa 33), documentos de D. Afonso V (caixas 34 e 35), documentos de D. João II (caixa 36), documentos de D. Manuel I (caixa 37), documentos de D. João III (caixa 37 e 38), documentos de D. Sebastião (caixas 39 a 41), documentos de D. Henrique (caixa 41), documentos de D. Filipe I (caixas 42 a 44), documentos de D. Filipe II (caixas 45 a 47), documentos de D. Filipe III (caixas 48 e 49), documentos de D. João IV (caixas 50 e 51), documentos de D. Afonso VI (caixa 52), documentos de D. Pedro II (caixas 53 a 55), documentos de D. João V (caixas 56 a 58), documentos de D. José (caixas 59 e 60), documentos de D. Maria I (caixas 61 a 64), documentos de D. João VI (caixas 65 a 70), documentos de D. Pedro IV e de D. Maria II (caixa 71). Em parte são cartas régias e alvarás relativos a diversos conventos, ao prepósito da Casa do Espírito Santo de Lisboa, ao Hospício de Nossa Senhora das Necessidades dos congregados do Oratório, ao vigário geral da Casa de São Camilo de Lélis, ao ministro provincial dos religiosos Menores Observantes da Província de Portugal.

A caixa 72 da Colecção Especial inclui documentos do infante D. Pedro (1750, 1761), de D. Pedro III (1777-1780), do príncipe D. João (1785-1809), do príncipe D. Teodósio, 8.º duque de Bragança (1652), do infante D. Duarte (1431), do infante D. Fernando (1453-1468), do infante D. Henrique (CF (L 573)), do infante D. João (1429-1433), do infante D. Pedro, regedor do reino (1416), de D. Manuel (1493-1495), de D. Teodósio, 5.º duque de Bragança (1538), de D. Fernando, 2.º duque de Bragança (1481), de D. Afonso Sanches, filho de D. Dinis, o traslado de um documento da rainha D. Brites, mulher de D. Afonso IV, da rainha D. Isabel (1331), de D. Leonor de Teles (1373-1381), da infanta D. Branca, filha de D. Afonso III (1300), da infanta D. Isabel, neta de D. Afonso III (1322, 1323), da infanta D. Isabel, filha de D. João I, duquesa de Borgonha (1419-1429), da duquesa Maria Ana (1638), de D. Joana de Lara (1357), do cardeal infante D. Afonso (1525-1535), do cardeal infante D. Henrique (1541-1571), do cardeal D. Jorge da Costa (1477-1478), de D. Fernando da Guerra, arcebispo de Braga (1454), de D. Aleixo de Meneses, arcebispo de Goa (1609), de D. António Caetano Maciel Calheiros, arcebispo de Lacedemónia (1799), de D. Fernando de Meneses Coutinho e Vasconcelos, bispo de Lamego (1525) e arcebispo de Lisboa (1557, 1561), de D. Miguel de Castro, arcebispo de Lisboa (1697), de Frei Joaquim de Meneses e Ataíde, bispo de Elvas (1826), de D. Manuel de Aguiar, bispo de Leiria (1814), de D. Afonso Esteves de Azambuja, bispo do Porto (1394), de D. Frei Lourenço Garro, bispo Santiago de Cabo Verde (1641), de D. Frei Francisco de Saldanha (1771), de D. José II (D. José Francisco Miguel António de Mendonça) cardeal patriarca de Lisboa (1789), do patriarca de Jerusalém (1595), de D. Fernão Teles, conde de Unhão (1635), do almirante micer Lançarote Pessanha (1364-1365), de D. José Pereira de Lacerda, prior-mor do Ordem de Santiago (1713).

A documentação apresenta selos pendentes de chumbo, de cera vermelha, de lacre, ou vestígios de selos.



Guia de Fundos Eclesiásticos; Colecção Especial
Arrangement
Ordenação numérica das unidades de instalação. Ordenação cronológica dos documentos.
Access restrictions
Contém documentos retirados da consulta.

Contém documentos sujeitos a autorização para consulta e a horário restrito.
Other finding aid
ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Lisboa: ANTT, 2000- . Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência da Torre do Tombo. Em actualização permanente.

Colecção Especial: catálogo das bulas das caixas 1 a 3 (C 25 1).

Colecção Especial: catálogo das bulas das caixas 4 a 6 (C 25 2).

Colecção Especial: catálogo das bulas das caixas 7 a 10 (C 25 3).

Colecção Especial: catálogo das bulas das caixas 14 e 15 (C 25 4).

Colecção Especial: catálogo de 111 documentos da caixa 16, 1959 (C 25 5). Primeira parte.

Colecção Especial: catálogo dos breves e de uma bula da caixa 17 (C 25 6). Descreve 216 documentos. Apresenta um índice cronológico dos papas o número de breves concedidos por cada um, e as respectivas datas. Inclui a descrição de uma bula.

Suplemento da Colecção Especial: relações sumárias das bulas, cx. 1-15, breves, cx.16-22, de sentenças apostólicas, cx. 23-24, sentenças executoriais, cx. 25-26, "Miscelânea eclesiástica", cx. 27, diplomas emanados do poder real, cx. 28-72, de príncipes, infantes, duques de Bragança, rainhas, cardeais, arcebispos, bispos, de patriarcas (...), e relações de unidades de instalação respeitantes a instituições eclesiásticas regulares e seculares (L 207). Contém uma lista de pessoas reais, eclesiásticas e outras com documentos na caixa 72. Contém também a relação antiga dos papas que produziram as bulas e breves das caixas 1 a 22, e os núncios que produziram breves.

Inventário das Corporações Religiosas, desintegrado da antiga Colecção Especial (inclui a tabela de equivalência e a "Nota explicativa" da restituição dos documentos aos cartórios de origem, feita pela conservadora Maria Teresa Geraldes Barbosa Acabado), em 24 de Julho de 1978 (L 208).
Alternative form available
Algumas cópias paleográficas, em papel, acompanham os documentos.

Contém cópias de consulta em microfilme.
Related material
Relação completiva:

Portugal, Torre do Tombo, Casa de São Camilo de Lélis.

Portugal, Torre do Tombo, Colegiada de São Martinho de Cedofeita.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de Santa Maria de Vila Boa do Bispo.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro do Salvador de Paderne.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro do Salvador de Moreira.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de Santa Maria de Landim.

Portugal, Torre do Tombo, Convento de São Domingos de Lisboa.

Portugal, Torre do Tombo, Convento de São Domingos de Santarém.

Portugal, Torre do Tombo, Convento da Santíssima Trindade de Lisboa.

Portugal, Torre do Tombo, Convento da Santíssima Trindade de Santarém.

Portugal, Torre do Tombo, Convento de São Francisco de Xabregas.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de Santa Maria de Seiça.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de São Jerónimo de Penha Longa.

Portugal, Torre do Tombo, Casa de São João Evangelista de Xabregas.

Portugal, Torre do Tombo, Convento de São Francisco de Estremoz.

Portugal, Torre do Tombo, Convento de Nossa Senhora da Graça de Lisboa.

Portugal, Torre do Tombo, Convento de Santo Agostinho de Santarém.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de São Bento de Santarém.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça.

Portugal, Torre do Tombo, Convento de Nossa Senhora do Carmo de Lisboa.

Portugal, Torre do Tombo, Congregação do Oratório de Lisboa.

Portugal, Torre do Tombo, Mosteiro de Nossa Senhora da Conceição de Vale Benfeito.
Publication notes
ABRANCHES, Joaquim dos Santos - Fontes do direito ecclesiastico portuguez. Coimbra: F. França Amado, 1895. V. 1: Summa do bullario portuguez. Existente na Torre do Tombo, Biblioteca SV 796.
AZEVEDO, Rui de - "A Colecção Especial do Arquivo Nacional da Torre do Tombo." "Revista Portuguesa de História". Coimbra: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; Instituto de Estudos Históricos Dr. António de Vasconcelos, 1943. t. 3. Exemplar existente na Torre do Tombo, Biblioteca S.V. 4295 (2).
COSTA, P. Avelino de Jesus da - "Álbum de Paleografia e Diplomática Portuguesas: estampas". 6.ª ed.. Coimbra, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; Instituto de Paleografia e Diplomática, 1997. N.º 108, 120, 124, 78, 252. Apêndice n.º 308.
Creation date
2/18/2011 12:00:00 AM
Last modification
7/27/2015 9:36:50 AM