Colegiada de Santo Estêvão de Alfama de Lisboa

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/TT/CSEAL
Title type
Atribuído
Date range
1231 Date is certain to 1564 Date is certain
Dimension and support
4 liv., 8 cad., 20 mç.; perg., papel
Biography or history
A Igreja Colegiada Santo Estêvão de Alfama de Lisboa pertenceu ao distrito eclesiástico de Lisboa e sucessivamente, ao bispado, arcebispado e patriarcado de Lisboa.

A sua fundação deve ter ocorrido nos finais do séc. XII. A referência mais antiga relativa a esta igreja data de 1231, correspondendo à doação feita por João Martins e sua mulher.

No séc. XIII, Santo Estêvão de Alfama ocupava uma vasta área e tinha como sufragânea a Igreja de São João Baptista, do Alqueidão de Valada, em Santarém.

Foi padroado real até 1295, data em que D. Dinis doou os seus direitos ao bispo de Lisboa, D. João Martins Soalhães.
Custodial history
Em 1848, pela lei de 16 de Junho, e Instrução de 17 de Setembro, os bens e rendimentos da Colegiada foram aplicados para manutenção do Seminário Patriarcal de Santarém. Em 1849, pela Lei de 27 de Dezembro, Artº. 10º, os documentos foram guardados no cartório do Seminário em Santarém.

Em 1862, os documentos anteriores a 1600, depositados no Seminário de Santarém, foram mandados transferir e incorporar no Arquivo da Torre do Tombo, pelo Decreto de 2 de Outubro, Art.º 2.ª Repartição da Direcção Geral dos Negócios Eclesiásticos do Ministério dos Negócios Eclesiásticos e de Justiça, e pela Portaria do Ministério do Reino de 29 de Janeiro de 1864, sendo nomeado o oficial diplomático daquele Arquivo, Roberto Augusto da Costa Campos, para os coligir e receber. Estando os documentos misturados com os das restantes colegiadas, procedeu à sua ordenação e inventariação, coadjuvado por Rafael Eduardo de Azevedo Basto, amanuense da Torre do Tombo. A entrega feita pelo Secretário do Seminário Patriarcal, Carlos Joaquim Martinho Calderon, e a incorporação ocorreram a 5 de Outubro de 1864, conforme atesta a relação assinada por Carlos Joaquim Martinho Calderon, por Roberto Augusto da Costa Campos, e por Rafael Eduardo de Azevedo Basto.

No final da década de 1990, foi abandonada a arrumação geográfica por nome das localidades onde se situava a instituição eclesiástica, para adoptar a agregação dos fundos por diocese.
Scope and content
Contém carta régia sobre pagamento de dízimos, carta monitória sobre o provimento dos benefícios das igrejas do bispado de Lisboa, carta do limite da igreja, cartas de emprazamento, de composição amigável, de escambo, de absolvição, de excomunhão, de aforamento, de rendimento, de nomeação, de renúncia, de confirmação, de desistência, de requerimento, de posse, de apresentação de ração, de permuta, de resignação, de penhora, de empréstimo, contratos relativos a diferentes propriedades, sentença, demandas (inclui demandas do Ouvidor Geral da Catedral de Lisboa, do Vigário Geral, do Bispo de Lisboa) instrumento de apelação, o tombo de todos os bens e propriedades, livro das visitações, livro do priostado da Igreja de Santo Estêvão e o da Igreja de São Miguel de Alfama, documentos relativos à jurisdição e obrigação paroquial, a pagamentos, a restituição de bens, a instituição de aniversários, à contenda sobre a capela de Vasco Ravia, alvará, verba do testamento de Afonso Domingues, concerto sobre ofertas e alargamento de capela, licença de Roma e ordem do rei D. Dinis para se fazer a Igreja de Alqueidão em Valada, quitação do prior de Santo Estêvão, rescrito do papa Nicolau III sobre bens da Igreja de Santo Estêvão, bula do papa Inocêncio, breves do Papa Alexandre VII, uma apelação a Roma sobre a abadessa de Chelas, procuração do bispo de Lisboa, pastoral do bispo de Ceuta concedendo indulgências, capítulos que a clerezia de Portugal apresentou nas cortes que se realizaram no reinado de D. Afonso V e resposta do rei, privilégios concedidos pelo rei D. Manuel.

A documentação menciona bens situados em Lisboa e seu termo, Azambuja, Bucelas, Cascais, Chelas, Setúbal entre outros.

A documentação refere Teresa Anes, Gonçalo Martins, Domingos Durens, João Vicente, Fernão Domingos Pacheco, o Mosteiro do Salvador, o Mosteiro de Xabregas, o Mosteiro de Santa Clara e o Mosteiro de São Vicente de Fora, a Colegiada de São Silvestre de Unhos.

Guia de Fundos Eclesiásticos; Diocesanos - Lisboa
Arrangement
Ordenação numérica específica para cada tipo de unidade de instalação (livros, cadernos, maços).
Access restrictions
Contém documentos retirados da consulta.
Other finding aid
ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Lisboa: ANTT, 2000- . Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência da Torre do Tombo. Em actualização permanente.

Relação de documentos pertencentes ao cartório da Colegiada de Santo Estêvão de Alfama que, em virtude do Decreto de 2 de Outubro de 1862, e da Portaria do Ministério do Reino, de 29 de Janeiro de 1864, foram transferidos do Seminário Patriarcal de Santarém para o Arquivo da Torre do Tombo, em 5 de Outubro de 1864, v. 1 (C 334).

Relação de documentos pertencentes ao cartório da Colegiada de Santo Estêvão de Alfama que, em virtude do Decreto de 2 de Outubro de 1862, e da Portaria do Ministério do Reino, de 29 de Janeiro de 1864, foram transferidos do Seminário Patriarcal de Santarém para o Arquivo da Torre do Tombo, em 5 de Outubro de 1864, v. 2 (C 335).

Relação de documentos pertencentes ao cartório da Colegiada de Santo Estevão de Alfama que, em virtude do Decreto de 2 de Outubro de 1862, e da Portaria do Ministério do Reino, de 29 de Janeiro de 1864, foram transferidos do Seminário Patriarcal de Santarém para o Arquivo da Torre do Tombo, em 5 de Outubro de 1864, v. 3 (C 336).
Related material
Portugal, Torre do Tombo, Câmara Eclesiástica de Lisboa, Processos de casamento, mç. 2613-2615.
Publication notes
SERRA, Joaquim Bastos - A Colegiada de Santo Estêvão de Alfama de Lisboa nos finais da Idade Média: os homens e a gestão da riqueza patrimonial. Lisboa: Universidade Nova de Lisboa, 2001. Dissertação de Mestrado em História Medieval.
PEREIRA, Isaías da Rosa - Visitações de Santo Estêvão de Alfama, 1528-1539. [Lisboa : s.n., 1989]. P. 297-357. Transcrição de documentos do ANTT: Visitação de 1528, 1529, 1530, 1531, 1532, 1533, 1534, 1535, 1536, 1537, 1538 e 1539: Colegiada de Santo Estêvão de Alfama, liv. 1. - Sep. de: Anais da Academia Portuguesa da História. s. 2, v. 32, t. 1 (1989). Disponível na Torre do Tombo, Biblioteca SV 9693.
Creation date
3/7/2011 12:00:00 AM
Last modification
3/4/2019 9:54:29 AM