Mosteiro de São João de Longos Vales de Monção

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/TT/MSJLVM
Title type
Atribuído
Descriptive dates
[1474?]-1796
Dimension and support
41 liv.; perg., papel
Biography or history
O Mosteiro São João de Longos Vales era masculino, pertencia aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho e à Congregação de Santa Cruz de Coimbra.

Terá sido fundado no tempo de D. Afonso Henriques pelos Cónegos Regulares de Santo Agostinho.

Em 1197, D. Sancho I dotou-o e coutou-o devido aos serviços prestados pelo prior de D. Pedro Pires na causa nacional.

Em 1320, no "Catálogo de todas as igrejas, comendas e mosteiros que havia nos reinos de Portugal e Algarves, pelos anos de 1320 e 1321", São João de Longos Vales pertencia ao bispado de Tui e ao arcediagado de Cerveira e foi taxado em 100 libras.

No início do século XII a igreja foi reconstruída, e os seus bens passaram a ser administrados por comendatários

Em 1539, Paulo III concedeu o priorado do mosteiro a D. Duarte, filho de D. João III.

Após a sua morte, o mosteiro foi anexado ao Colégio de Jesus de Coimbra, por bula de Júlio III, datada de 12 de Outubro de1551, passando o colégio a administrar os seus bens.

Em 1759, após a expulsão dos padres da Companhia de Jesus, os bens que anteriormente pertenceram ao Mosteiro de São João de Longos Vales de Monção foram incorporados no património da Universidade de Coimbra.
Custodial history
Documentação remetida pela Repartição de Fazenda de Viana do Castelo para a Torre do Tombo, de 20 de Dezembro de 1889.

A toda a documentação dos cartórios de mosteiros ou conventos custodiados pela Repartição da Fazenda de Viana do Castelo foi atribuída uma numeração sequencial. Desta fase de custódia resultou a designação genérica de "Conventos de Viana" por que passaram a ser conhecidos.

No final da década de 1990, foi abandonada a arrumação geográfica por nome das localidades onde se situavam os conventos ou mosteiros, para adoptar a agregação dos fundos por ordens religiosas.
Scope and content
A documentação, que foi produzida durante a administração dos bens pela Companhia de Jesus e pela Universidade de Coimbra, contém provisões, sentenças, doações, livros de prazos, tombos, livros de escrituras, livros de notas.

Fundos Eclesiásticos; Cónegos Regulares de Santo Agostinho; Masculino
Arrangement
Ordenação numérica específica para cada tipo de unidade de instalação (livros).
Other finding aid
ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Lisboa: ANTT, 2000- . Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência da Torre do Tombo. Em actualização permanente.

Relação dos livros e documentos vindos da Repartição de Fazenda de Viana do Castelo, de 20 de Dezembro de 1889, recebidos na Torre do Tombo, em 5 de Maio de 1890 (L 282).

"Tabelas de correspondência entre os números de ordem antigos referentes ao índice L 282 - "Conventos de Viana" e a nova ordem atribuída", Outubro 1990 (L 552)

Mosteiro de São João de Longos Vales, Monção: tabela de equivalência de cotas, com a cota actual (L 552) com a cota antiga (L 282) e com as cotas originais dos livros. (L 656)
Related material
Portugal, Arquivo da Universidade de Coimbra.
Publication notes
"Ordens religiosas em Portugal: das origens a Trento: guia histórico". Dir. Bernardo de Vasconcelos e Sousa. Lisboa: Livros Horizonte, 2005. ISBN 972-24-1433-X. p. 204-205.
Creation date
2/22/2011 12:00:00 AM
Last modification
1/7/2020 9:45:10 AM