Digital representation
Digital representation thumbnail
Available services

Indiculo original escrito em pergaminho ou primeira Crónica da fundação do (...) Mosteiro de S. Vicente de Fora e várias bulas sobre a isenção e outros privilégios da freguesia e Mosteiro

Description level
File File
Reference code
PT/TT/MSVFL/002/L147
Title type
Formal
Date range
1671 Date is uncertain to 1673 Date is uncertain
Dimension and support
1 liv. (26 doc., 59 f. bifólio); perg., papel
Scope and content
Contém o "Indiculum fundationis monasterii beacti Vitentii ulixbone" (fl. 1-2), o traslado autêntico da Crónica da tomada de Lisboa aos mouros e da fundação do Mosteiro, tirada da Crónica do cartório do Mosteiro (fl. 10-17 v.º), e o traslado do Indiculum escrito em 7 fólios, encadernado no final do livro. Contém também traslados autênticos de sentenças e bulas, dos armários 1, 33 e 35 do cartório (1190-1579), respeitantes, na sua maioria, aos privilégios e liberdades de São Vicente de Fora, concedidos e confirmados pelos papas, enquanto imediato à Sé Apostólica, isento com sua paróquia, da jurisdição episcopal, motivo de diversas causas em que foram partes os bispos e o cabido de Lisboa e o prior e convento do Mosteiro.

Certidões de Manuel Álvares de Almeida, escrivão do auditório eclesiástico de Coimbra e notário apostólico, passadas a requerimento de D. Henrique do Desterro, prior do Mosteiro e do padre D. André da Cruz, escrivão. Datadas de 1, 2, 3 e 12 de Outubro de 1671, assinadas também pelo tabelião do Mosteiro, Luís do Couto, e pelo padre prior. Tem ainda uns registos sumários de outros documentos do cartório e respectivos assuntos (1565-1673): sentença dada no Juízo da Coroa, em 1673, mandando guardar uma composição feita entre D. Fernando, arcebispo de Lisboa e o prior do Mosteiro de São Vicente de Fora, breve de Clemente IV, dado em 1672, confirmando um breve de 1267, um "motu proprio" de Pio V, de 1566, eximindo os Cónegos Regulares da Congregação de Santa Cruz de Coimbra de irem em procissões e sentença da Legacia sobre as procissões, de 2 de Outubro de 1565, bula de Pio V, datada de 1567, unindo a Congregação dos Cónegos Regulares de Santa Cruz de Coimbra à Congregação dos Cónegos Regulares Lateranenses, gozando de privilégios e liberdades temporais e espirituais comuns, sendo cada uma governada por um geral próprio, segundo os seus estatutos (fl. 50 v.º-51).

O traslado autêntico da Crónica da tomada de Lisboa aos mouros e da fundação do Mosteiro, refere entre outros assuntos, a mercê concedida por D. Afonso Henriques a todos os que se quisessem sepultar no Mosteiro, deixando-lhe os seus bens, por escritura cometida ao bispo de Lisboa, D. Gilberto, ao mordomo-mor do rei, D. Gonçalo de Sousa e ao alferes Pero Pais (fl. 16 v.º).

Inclui ainda os seguintes documentos: bula "Quotiens a nobis petitur" de Clemente III, dada em 19 de Fevereiro de 1190 (fl. 18-19), carta do cardeal Gregório de Santo Ângelo, legado de Celestino III, dada em Setembro de 1192 (fl. 20-20 v.º), bula "Solet annuere"de Urbano IV (1261-1264), dada em Viterbo, 12 de Junho (fl. 26), bula "Cum a nobis petitur" de Martinho V (1417-1431), dada em 13 de Janeiro, ano primeiro do pontificado (fl. 35), sentença dos juízes delegados por Inocêncio III, e amigável composição declarando a isenção da jurisdição episcopal do Mosteiro, seus religiosos e paróquia, mandando respeitar os costumes antigos quanto às visitas, à confissão, à sepultura e divisão dos bens das pessoas que se sepultassem no mosteiro, estabelecendo sobre as dízimas e no modo da apresentação do capelão do Mosteiro, do ermitão de São Saturninho, e das igrejas de Arruda, de Atrinces, de Cela de Colares e outras, dada em Lisboa, 18 de Abril de 1205 (fl. 8-9, 21-21 v.º). Este documento remete para outras bulas do armário 33, sobre a isenção. bula "Cum a nobis petitur" de Pio II, dada em 8 de Julho (fl. 36), bula "Sua nobis" de Martinho V, dada em 3 de Outubro (fl. 37-37 v.º), bulas confirmando outras anteriores, "Cum transcriptum privilegii" de Inocêncio III, dada em 2 de Novembro de 1206 (fl. 22-23), bula "Quoties a nobis petitur" de Honório III (1216-1227), dada em 22 de Abril de 1226, (fl. 24-25), bula "Cum in compositione" de Gregório IX (1227-1241), dada em [S. João de] Latrão, a 22 de Dezembro (fl. 5-6) e bula "Cum in compositione", dada em 28 de Janeiro (fl. 27-27 v.º). Sentença do bispo de Coimbra relativa aos dízimos, mortuárias, e legados dos que se enterrassem na igreja do Mosteiro, dada em Coimbra, em Abril de 1245 (fl. 28-29) confirmada pela bula "Ea quae juditio" de Inocêncio IV (1243-1254), dada em 18 de Agosto (fl. 30).

Sentenças do bispo de Ciudad Rodrigo, relativas às cláusulas da composição de Honório III (Ciudad Rodrigo, 7 de Dezembro de 1268) (fl. 7-7 v.º), dada em 11 de Dezembro de 1268 (fl. 31-31 v.º). Sentença dada em 7 de Dezembro de 1268 (fl. 32-32v.º), executória datada de 30 de Janeiro de 1269 (fl. 33-33 v.º) e sentença dada em 17 de Setembro de 1269 (fl. 34-34 v.º).

Sentença do arcebispo D. Fernando de Vasconcelos e Meneses, dada em Lisboa, a 18 de Março de 1541, referindo os privilégios e a isenção do mosteiro e da sua paróquia, o capelão da paróquia, removível ad nutum, e a tomada de posse da capela de S. Julião e sua paróquia, por renúncia de António Godinho, em 29 de Março do referido ano (fl. 38-41). Carta do arcebispo de Lisboa, de 16 de Maio de 1541, deferindo o requerimento do prior e convento, por ocasião da notificação de Simão Dias, por parte do vigário geral do arcebispado (fl. 4-4 v.º), aprovada e confirmada pelo bispo Albanense, em 14 de Junho, ano oitavo do pontificado de Paulo III (1534-1549), seguido do auto de intimação feito na Relação do arcebispado de Lisboa, em 26 de Junho de 1543 (fl. 42-43 v.º). Sentença do Dr. António de Carvalho, desembargador da Casa da Suplicação e da Casa do príncipe D. Henrique, auditor geral das causas da Corte e Legacia, sobre a visitação da paróquia do mosteiro pelos visitadores do governador do arcebispado, D. Jorge de Almeida, dada em 6 de Abril de 1571 (fl. 44-47 v.º). Sentença do Dr. António Toscano, Mestre escola da Igreja Colegiada de S. Martinho de Cedofeita, desembargador e conservador apostólico dos bens, jurisdições e privilégios do mosteiro de S. Vicente de Fora, dada contra o arcebispo de Lisboa, sobre o conhecimento da causa do padre Agostinho Gonçalves, cura da igreja e freguesia de S. Vicente, dada em 21 de Agosto de 1579 (fl. 48-50 v.º).
Arrangement
Conjunto de documentos, numerados sequencialmente e encadernados sob um título comum.
Access restrictions
Documento sujeito a autorização para consulta e a horário restrito.
Physical location
Cónegos Regulares de Santo Agostinho, Mosteiro de São Vicente de Fora de Lisboa, liv. 147
Original numbering
Armário 35, inclui o doc. do mç. 4, n.º 13. N.º 2243 do inventário geral dado em S. Vicente.
Previous location
CF 152
Language of the material
Latim e português.
Other finding aid
Catálogo C 266, fl. 30, 89.

Inventário da documentação guardada na Casa Forte, L 573, p. 25.
Alternative form available
Cópia do Indiculum feita em 1760, e cópia impressa por mandado de D. João III, em 1538, citadas no Ms. da Livraria 465, p. 21-23, 41. Mf. 1890.
Related material
TT: O Indiculum ou Relatório da fundação do mosteiro de S. Vicente, como o designa D. Inácio de Nossa Senhora da Boa Morte, foi citado várias vezes na "Apologia critico-historica... pelo P. D. Inacio de Nossa Senhora da Boa Morte... ano de 1770". Ex-Libris Eclesiástico da Biblioteca da Real Casa de S. Vicente. Exemplar da TT, Ms. da Livraria 465. A Apologia... transcreve excertos da: Bula "Quotiens a nobis petitur"do papa Clemente III (p. 78-79), e da Bula "Cum transcriptum privilegii"do papa Inocêncio III (p. 96-97). V. Também CRSA, Mosteiro de S. Vicente de Fora, 2.ª incorporação, cx. 1, n.º 257. Sobre as Bulas v. Colecção Especial, cx. 2, n.º 18-19, 41-43; cx. 3, n.º 11, 61. Sobre a Bula "Quotiens a nobis petitur" do papa Clemente III, dada em 19 de Fevereiro de 1190, v. TT, Gaveta 1, mç. 5, n.º 6. V. ainda a série Sentenças. Sobre o tabelião Luís do Couto v. a série Livros de notas, liv. 89.

Sobre as crónicas v. TT, Manuscritos da Livraria n.º 1780 (CF) e TT, Gaveta 22, mç. 4, n.º 8.

Outras instituições: Arquivo da Cúria Patriarcal de Lisboa, Biblioteca Nacional, COD. 10623. Biblioteca Pública e Municipal do Porto, 61 Azevedo.
Publication notes
ABRANCHES, Joaquim dos Santos - Fontes do Direito Eclesiástico Português: I Suma do Bulário Português. Coimbra: F. França Amado - Editor, 1895. P. 5, 11, 14, 24.
Contém as Bulas dos pontificados de Clemente III (doc. 30), de Honório III (doc. 67), de Gregório IX (doc. 88, 89), de Urbano IV (doc. 171).
CEPEDA, Isabel Vilares - Bibliografia da prosa medieval em língua portuguesa: subsídios. Lisboa: Inst. da Biblioteca Nacional e do Livro, 1995. p. 75-76.
ISBN 972-565-216-9.
Contém a descrição do documento, de edições e estudos publicados.
"Portugaliae Monumenta Historica: a saecvlo octavo post Christvm vsqve ad qvintvmdecimvm..."/ ivssu Academiae Scientiarum Olisiponensis edita.Olisipone: Typis Academicis, 1856-1961. - V. 1: Scriptores. 1856.
Notes
Título formal.

Nota ao campo Datas: segundo D. Inácio de Nossa Senhora da Boa Morte o Indiculum... foi escrito em 1188.

Nota ao campo Cota original: em 1767, o Indiculum... , escrito em duas meias folhas de pergaminho, encontrava-se no Armário 35, saco 4, com o n.º 13, cf. Manuscrito da Livraria n.º 1101, fl. 140-140 v.º. Mf. N.º 1920.
Creation date
10/6/2009 12:00:00 AM
Last modification
3/31/2015 10:42:19 AM
Record not reviewed.