Digital representation
Digital representation thumbnail
Available services

Bíblia

Description level
File File
Reference code
PT/TT/CF/137
Title type
Atribuído
Descriptive dates
[c. 1260-1300]; 1422
Dimension and support
1 liv. (545 f.; 320 x 230 mm); perg.
Scope and content
Bíblia ou Sagrada Escritura é o conjunto de 73 livros escritos por inspiração divina, contendo a revelação de Deus. Esta revelação foi primeiro transmitida por tradição oral, assim permanecendo no tempo até que aos poucos começou a ser redigida, mais efectivamente a partir do rei David, sendo os livros escritos, na sua maioria, por mais de um autor, e ao longo de séculos.

A Sagrada Escritura está dividida em duas secções: o Antigo Testamento (A.T.) e o Novo Testamento (N.T.). Testamentum é a tradução latina da palavra hebraica que quer dizer Aliança. Deste modo, no Antigo Testamento (ou Antiga Aliança estabelecida por Deus com o Seu povo através de Moisés), reúnem-se os livros que contêm a revelação feita por Deus antes da vinda de Jesus Cristo ao mundo, dando-nos a conhecer Deus e o homem e o modo de agir de Deus com o homem. Na segunda, estão compilados os livros da revelação feita directamente por Jesus Cristo e transmitida pelos apóstolos e pelos autores sagrados. Numa e noutra secção encontram-se, quanto ao género literário, três grupos de livros: históricos, didácticos (poéticos e sapienciais) e proféticos.

O Antigo Testamento da Bíblia católica é composto por 46 livros, dos quais 39 foram escritos primeiramente em hebraico, com passagens em aramaico nos livros de Esdras e de Daniel, e 7 chegaram-nos através da tradução dos Setenta, em grego, feita do século III (a.C.) ao fim do século II, em Alexandria, por setenta (e dois) sábios judeus, destinada ao uso litúrgico nas sinagogas. O Pentateuco (ou colecção dos cinco livros de Moisés, que contém o Génesis, o Êxodo, o Levítico, os Números, o Deutoronómio), o livro de Josué, o livro dos Juízes, o livro de Rute, os Livros dos Reis (entre os Judeus designados por Primeiro e Segundo de Samuel e Primeiro e Segundo dos Reis), completado pelos dois livros dos Paralipómenos ou Crónicas, o livro de Tobias, o livro de Judite, o livro de Ester, os livros dos Macabeus, formam o grupo dos livros históricos do A.T.. O livro de Job, o livros dos Salmos, o livro dos Provérbios, o Eclesiastes, o Cântico dos Cânticos, o livro da Sabedoria e o Eclesiástico, formam o grupo dos livros didácticos do A. T.. Os livros dos profetas Isaías, Jeremias, Baruc, Ezequiel e Daniel (chamados profetas maiores pela sua extensão), os livros dos profetas Oseias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias, e Malaquias, (designados por profetas menores por serem mais breves), formam o conjunto dos livros proféticos do A.T..

O Novo Testamento (idêntico para todos os cristãos) é constituído por 27 escritos sagrados, livros e cartas, foi totalmente escrito em grego (não o grego clássico mas a «Koiné», ou língua «comum»). Está organizado temática e não cronologicamente. Os quatro Evangelhos: de Mateus (apóstolo), Marcos (discípulo directo de Pedro segundo a Tradição), Lucas (discípulo directo dos apóstolos) e João (apóstolo), formam o conjunto dos livros históricos do N.T.. As Epístolas de São Paulo (aos Romanos, aos Coríntios, aos Gálatas, aos Efésios, aos Filipenses, aos Colossenses, aos Tessalonicenses, a Timóteo, a Tito, a Filémon, ao Hebreus), as Epístolas Católicas (de São Pedro, São João Evangelista, São Tiago, São Judas Tadeu), constituem os livros didácticos do N.T.. O Apocalipse é o livro profético do N. T..

A tradução latina da Bíblia foi feita em diversas épocas.

«A Vulgata» (abreviatura de «editio vultata», ou edição vulgarizada) foi cometida pelo papa São Dâmaso a São Jerónimo (347-419), o iniciador da crítica textual e da exegese científica, valorizando o conhecimento das línguas originais para o estudo do texto bíblico. É um dos quatro doutores da Igreja; a iconografia representa-o tradicionalmente associado aos emblemas leão e chapéu de cardeal.

A Bíblia que se descreve tem procedência desconhecida, foi iluminada em Bolonha, por volta de 1260. Tal como outras bíblias bolonhesas, o texto segue a tradução da Vulgata, os livros são precedidos de prólogos atribuídos a São Jerónimo, contendo a indicação das perícopas do Epistolário e do Evangeliário e as "Interpretationes".

Contém o Primeiro Livro dos Reis ou Primeiro Livro de Samuel, e o Segundo Livro dos Reis ou Segundo Livro de Samuel, distinção feita pela versão grega dos Setenta, no único livro recebido do hebraico, e que foi seguida por São Jerónimo na Vulgata. A partir de 1488, as bíblias hebraicas, gregas e latinas passam a distinguir dois livros de Samuel.

Contém iluminura típica da escola bolonhesa do "primo stile". Os motivos ornamentais, a temática, o tratamento da figuração e a cor, inscrevem este exemplar na "prima maniera" (1260-1270) segundo A. Conti. O tema da Árvore de Jessé, representado no fólio 410v., foi frequentemente utilizado na iluminura feita na cidade de Bolonha, associado ao "Liber Generationis" do evangelho segundo São Mateus.

O programa primitivo incluía uma letra historiada no início de cada livro e no começo de cada prólogo, e iniciais filigranadas a marcar a presença dos capítulos.

A Bíblia apresenta mutilações e acrescentos posteriores.

As partes acrescentadas contêm iluminuras de tipo renascentista: no fólio de guarda onde foi representada a Lei divina "Lex Domini im aeternum", no fólio Ir, o frontispício em letra gótica rotunda com cercadura e uma pequena imagem da igreja, no f. Iv, a ilustração do prólogo com São Jerónimo, nos f. 5v. e 6r, substituindo o I do Génesis por quadro de fraca qualidade, no fólio 512v. a representação da prisão do demónio no abismo com legenda em cartela, o primitivo fólio I do Génesis foi substituído por outro que apresenta a data de 1422, posterior a todo o códice.

Iniciais historiadas com prolongamentos pelas margens incluindo aves, cenas diversas e figuras, iniciais filigranadas.
Access restrictions
Documento sujeito a autorização para consulta e a horário restrito.
Physical location
Códices e documentos de proveniência desconhecida, n.º 137
Previous location
CF 137
Language of the material
Latim, letra gótica
Other finding aid
A iluminura em Portugal: catálogo da exposição inaugural do Arquivo Nacional da Torre do Tombo. - Lisboa: Arquivo Nacional da Torre do Tombo, 1990. P. 133, (N.º 146).

A iluminura em Portugal: identidade e influências (do séc. X ao XVI): catálogo da exposição / Aires Augusto Nascimento... [et al.]; coord. Maria Adelaide Miranda. Lisboa: BN, 1999. P. 268-269.

ISBN 972-565-266-5

Inventário dos Códices Iluminados: até 1500 / Inventário do Património Cultural Móvel; coord. científica e técnica de Isabel Vilares Cepeda, Teresa A S. Duarte Ferreira. - Lisboa: Sec. Estado da Cultura: Inst. da Biblioteca Nacional e do Livro, 1994.

1.º v.: Distrito de Lisboa. N.º 35, p. 54.

Inventário da documentação guardada na casa forte, L 573, p. 23.
Alternative form available
Cópia microfilmada. Portugal, Torre do Tombo, mf. 335 e 335 A
Related material
Torre do Tombo: Ordem de São Jerónimo, Mosteiro de Santa Maria de Belém, liv. 67 a 73.

Representação de Satã amarrado durante mil anos no Apocalipse, Ordem de Cister, Mosteiro de Lorvão, liv. 44, f. 201. Representação de S. Jerónimo com o papa S. Dâmaso na Bíblia dos Jerónimos: Ordem de São Jerónimo, Mosteiro de Santa Maria de Belém, liv. 72.

Do mesmo iluminador da Bíblia da Biblioteca Nacional de Paris, Ms. lat. 22.
Publication notes
AZEVEDO, Pedro A de; BAIÃO, António - O Arquivo da Torre do Tombo: sua História, corpos que o compõem e organização. Lisboa: Academia de Estudos Livres, 1905. P. 101. Ed. Facsimilada. Cota citada: Armário dos Tratados, n.º 50.
Notes
Título atribuído. Título formal: "Biblia sacra Veteris et Novi Testamenti varus Nottis illustrata, manuscripta, qui ex Deo est Verbum Dei audit, Anno videlicet Domini, 1422".

Encadernação inteira de pele de cor verde escura, decorada com ferros gravados a ouro, e pele vermelha, rótulo, cercadura e centro em vermelho, fechos em latão. Corte dourado. Sinal em seda verde.

O livro apresenta uma etiqueta na lombada, de cor verde, com a indicação 24/50.
Creation date
12/19/2008 12:00:00 AM
Last modification
11/28/2013 2:57:44 PM