Colegiada de São Martinho de Sintra

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/TT/CSMSN
Title type
Atribuído
Date range
1291 Date is certain to 1843 Date is certain
Dimension and support
8 liv., 12 mç.; perg., papel
Biography or history
A Igreja colegiada de São Martinho de Sintra pertenceu, sucessivamente, à diocese, arcebispado e patriarcado de Lisboa.

Foi fundada por D. Afonso Henriques em 1150.

D. João III deu a várias pessoas a administração de capelas situadas na Igreja de São Martinho de Sintra: Henrique Vaz administrou a capela instituída por Maria Anes, Álvaro Quadros administrou a capela instituída pelo clérigo Pedro Esteves, António de Melo e sua mulher Maria Correia administraram duas capelas instituídas por Gonçalo Esteves e Maria Anes, sua mulher, Simão de Seixas administrou a capela instituída por Lopo Lourenço.

Foi destruída pelo sismo de 1 de Novembro de 1755.

Por ordem régia, esteve, interinamente, na Igreja da Santa Casa da Misericórdia, para onde foram deslocadas as irmandades da freguesia: dos Clérigos de São Pedro "ad Vincula" e a do Santíssimo Sacramento, Passos e Almas, todas da jurisdição ordinária.

Em 1761, ainda se encontrava na Igreja da Santa Casa da Misericórdia e tinha como prior José Simpliciano da Silva.

Em 1781, foi realizada uma visitação, por António Rodrigues Bicho, ratificador de testemunhas no Tribunal do Santo Ofício e visitador ordinário das vigairarias da vara de Arruda, Sintra, Cascais e parte do termo de Lisboa.

Em 1848, a colegiada foi extinta, pela Lei de 16 de Junho, mandada executar por Provisão do cardeal patriarca, de 17 de Setembro do mesmo ano, e pela Lei de 27 de Dezembro de 1849.
Custodial history
Em 1848, pela lei de 16 de Junho, e Instrução de 17 de Setembro, os bens e rendimentos da Colegiada foram aplicados para manutenção do Seminário. Em 1849, pela Lei de 27 de Dezembro, Artº. 10º, os documentos foram guardados no cartório do Seminário em Santarém.

Em 1862, os documentos pertencentes aos cartórios das Colegiadas de Santa Maria e São Miguel de Sintra, anteriores a 1600, depositados no Seminário de Santarém, foram mandados transferir e incorporar no Arquivo da Torre do Tombo, pelo Decreto de 2 de Outubro, Art.º 2.ª Repartição da Direcção Geral dos Negócios Eclesiásticos do Ministério dos Negócios Eclesiásticos e de Justiça, e pela Portaria do Ministério do Reino de 29 de Janeiro de 1864, sendo nomeado o oficial diplomático daquele Arquivo, Roberto Augusto da Costa Campos, para os coligir e receber. Estando os documentos misturados com os das restantes colegiadas, procedeu à sua ordenação e inventariação, coadjuvado por Rafael Eduardo de Azevedo Basto, amanuense da Torre do Tombo. A entrega feita pelo Secretário do Seminário Patriarcal, Carlos Joaquim Martinho Calderon, e a incorporação ocorreram a 5 de Outubro de 1864, conforme atesta a relação assinada por Carlos Joaquim Martinho Calderon, Roberto Augusto da Costa Campos, Rafael Eduardo de Azevedo Basto.

No final da década de 1990, foi abandonada a arrumação geográfica por nome das localidades onde se situava a instituição eclesiástica, para adoptar a agregação dos fundos por diocese.

A descrição da maioria dos documentos foi feita a partir das descrições já existentes nos ID, ou do sumário patente no verso dos documentos.
Scope and content
Contém cartas de emprazamento, de venda, de escambo, sentenças, testamentos, e livros de aniversários. Contém também uma listagem das capelas pertencentes à Igreja de São Martinho de Sintra, com notícias acerca da sua origem, dos bens, rendas e encargos, documentos das Confrarias de São Mamede, de Santa Iria, uma carta de composição e escambo entre o rei D. Dinis e o seu irmão D. Afonso, relativa ao castelo da vila de Arronches e um documento do bispo de Lisboa.

A documentação menciona bens situados em Rio de Mouro, Cascais, Bemposta, Colares, Abóbada, Cova do Outeiro, Galamares, Montelavar, Portela, Seteais, Meleças, Mucifal, Ranholas, Ribeira de Janas, Junqueiro, Gouveia, Almoquer, Garfeira, Negrais, Outeiro, Varatojo, Fontainhas, Lavadeira, Ribeira da Sardinha, Quinta do Lourel, Regeiras, Besteira, Vale de Coelhos, Barreiros, Vale da Porca, Paço de Alconde, Adraga, Cheleiros, Fonte da Pipa, Chão de D. Vasco, Benfica, Ribeira e Várzea de Sintra.

Guia de Fundos Eclesiásticos; Diocesanos - Lisboa - Sintra
Arrangement
Ordenação numérica sequencial das unidades de instalação (livros e maços).
Other finding aid
ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Lisboa: ANTT, 2000- . Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência da Torre do Tombo. Em actualização permanente.

Catálogo dos documentos 1 a 80 da Colegiada de São Martinho de Sintra, verbetes do espólio de Silva Marques, 1978 (C 1067 1)

Catálogo dos documentos 81 a 160 da Colegiada de São Martinho de Sintra, verbetes do espólio de Silva Marques, 1978 (C 1067 2)

Catálogo dos documentos 161 a 240 da Colegiada de São Martinho de Sintra, verbetes do espólio de Silva Marques, 1978 (C 1067 3)

Catálogo dos documentos 241 a 320 da Colegiada de São Martinho de Sintra, verbetes do espólio de Silva Marques, 1978 (C 1067 4)

Catálogo dos documentos 321 a 420 da Colegiada de São Martinho de Sintra, verbetes do espólio de Silva Marques, 1978 (C 1067 5)

Catálogo dos documentos dos maços 11 e 12 da Colegiada de São Martinho de Sintra, verbetes do espólio de Silva Marques, 1978 (C 1067 6)

Catálogo dos livros da Colegiada de São Martinho de Sintra, verbetes do espólio de Silva Marques, 1978 (C 1067 7)

Relação dos documentos pertencentes ao cartório da Colegiada de São Martinho de Sintra que, em virtude do Decreto de 2 de Outubro de 1862, e da Portaria do Ministério do Reino, de 29 de Janeiro de 1864, foram transferidos do Seminário Patriarcal de Santarém para o Arquivo da Torre do Tombo, em 5 de Outubro de 1864, 2.º (C 449)

Relação dos documentos pertencentes ao cartório da Colegiada de São Martinho de Sintra que, em virtude do Decreto de 2 de Outubro de 1862, e da Portaria do Ministério do Reino, de 29 de Janeiro de 1864, foram transferidos do Seminário Patriarcal de Santarém para o Arquivo da Torre do Tombo, em 5 de Outubro de 1864, 1.º (C 450)
Related material
Portugal, Torre do Tombo, Câmara Patriarcal de Lisboa, Processos de casamento, mç. 2868-2870.

Portugal, Torre do Tombo, Juizo dos Feitos da Coroa, código de referência: PT-TT-JFC/5/4231
Creation date
3/31/2011 12:00:00 AM
Last modification
5/27/2016 9:43:34 AM