A Gonçalo Roiz, homem solteiro, morador em Carrazedo, do termo da vila de Chaves foi dada carta de perdão, a pedido do suplicante, que enviou dizer que um Afonso Baia, meirinho, morador da dita vila de Chaves, viera à igreja do dito lugar de Carrezedo dizendo que estavam na dita igreja homens homiziados e que lhe abrissem as portas e casas da dita igreja para os prender.

Description level
Item Item
Reference code
PT/TT/CHR/K/29/107-399V
Title type
Formal
Date range
1498-07-17 Date is certain to 1498-07-17 Date is certain
Dimension and support
32 linhas
Extents
32 Livros
Scope and content
Ora Gonçalo Roiz era criado do abade e defendeu, com outros, as portas da igreja, pelo que o meirinho os acusou. Por isso se amorou. Mas o meirinho perdoou-lhe, por um instrumento público, que parecia ser feito e assinado por Rui Nunes, tabelião na cidade de Bragança, aos 5 dias do mês de Setembro do ano passado de 1494 anos. Pede agora o perdão do rei, que lho concede, contanto que ele pagasse 600 reais para a Piedade, o que ele suplicante logo pagou a D. Francisco, Bispo de Fez, esmoler. El-rei e Principle o mandou pelos doutores Fernão Roiz, deão de Coimbra ... Gonçalo de Azevedo ... Francisco Dias a fez.
Physical location
Chancelaria de D. Manuel I, liv. 29, fl. 107v
Creation date
4/29/2011 12:00:00 AM
Last modification
4/29/2011 9:50:00 PM
Record not reviewed.