A Jorge Fernandes, escudeiro, morador em Alcochete foi dada carta de perdão, a pedido do suplicante, que enviou dizer por sua petição que um Francisco de Salamanca, meirinho do dito lugar, querelara dele às justiças de certas culpas e que delas houvera carta de perdão, contanto que fosse servir à vila de Mértola dois anos, dos quais servira um ano, e que dentro no dito ano, pela grande necessidade que tinha, viera a sua casa por despesa, e que logo se tornara à dita vila de Mértola, e que depois, por não ter quem lhe requeresse seu feito, lhe fora forçado sair do dito couto.

Description level
Item Item
Reference code
PT/TT/CHR/K/29/112-413
Title type
Formal
Date range
1498-07-21 Date is certain to 1498-07-21 Date is certain
Dimension and support
28 linhas
Extents
28 Livros
Scope and content
.. e fora condenado outro ano em Arronches, e que ele suplicante servira do dito ano, 4 meses, e que os 7 (sic) lhe foram relevados, e que houvera deles carta de perdão, e que pagara por ele 1.200 reais para as obras da Relação. Mas agora dizia que os seus inimigos andavam a acusá-lo de ter saído três vezes do couto e, com medo, vinha pedir perdão ao rei, que o perdoou, contanto que ele pagasse 400 reais para a Piedade. E ele logo os pagou a D. Francisco, Bispo de Fez, como se comprova por um seu assinado e por outro de Marcos Esteves, capelão e escrivão por Álvaro Fernandes. El-rei e principe o mandou pelos doutores Fernão Roiz ... e Gonçalo de Azevedo .... Diogo Lasso, por Gil Fernandes, a fez.
Physical location
Chancelaria de D. Manuel I, liv. 29, fl. 112
Creation date
2/8/2008 12:00:00 AM
Last modification
4/29/2011 9:50:00 PM
Record not reviewed.