A Fernão de Alcaçova, fidalgo da casa d'el-rei, mercê do ofício de vedor da Fazenda da Índia, a fim de prover no bom recado, ordem e regimento da Fazenda nessas partes - por o Capitão-mor, por suas grandes ocupações, assim das cousas de guerra como de paz e governo das fortalezas e lugares e armadas e outros negócios que continuadamente tinha, não poder nisso entender - e assim pela prática que tinha das cousas e tratos, compras e vendas e carregamentos das naus, pagamentos das quintaladas, filhamento das contas a todos os seus oficiais e pessoas que recebessem e dispendessem sua Fazenda, provimento dos cabedais das feitorias, provimento dos armazéns, de obras em naus e navios e aparelhamento das armadas e em todo o maneio da Fazenda nas ditas partes, assim no mar como na terra, na maneira que por seu Regimento e como ao ofício de Vedor da Fazenda pertencia, levava, assinado por el-rei.

Description level
Item Item
Reference code
PT/TT/CHR/K/38/101-391
Title type
Formal
Date range
1516 Date is certain to 1516 Date is certain
Scope and content
Notificava, porém, Lopo Soares, do seu conselho e capitão-mor nessas partes, como assim enviava o dito Fernão de Alcaçova por vedor de sua Fazenda da Índia, e das partes que fora dela eram, desde Sofala até Quíloa, e encomendava e mandava que nas cousas sobreditas se não intrometesse em maneira alguma, pelos respeitos acima ditos, para melhor se poder ocupar nas cousas que mais importavam a seu serviço. Especificava por último os poderes conferidos a Fernão de Alcaçova sobre os oficiais, como privação de ofícios, suspensação com perdimento de soldos e quintaladas e os demais ordenados, tudo sem apelação nem agravo. E o mesmo com alcaides e meirinhos [de navios]. António Fernandes a fez.
Physical location
Chancelaria de D. Manuel I, liv. 38, fl. 101
Creation date
2/8/2008 12:00:00 AM
Last modification
4/29/2011 9:50:00 PM
Record not reviewed.