Pero Afonso, morador em Castelo Branco, enviou dizer, por sua informação que fora condenado, por sentença, em 2 anos de degredo para a vila de Mértola, com pregão na audiência, segundo a sentença de condenação, escrita em pergaminho, feita e assinada por João de Boym, chanceler, aoa 28 de Agosto de 1500, e asinada pelo bacharel Pero Lopes Cardoso, Ouvidor com poderes de alçada na comarca e Mestrado de Cristo, e selada com o selo redondo das armas reais .

Description level
Item Item
Reference code
PT/TT/CHR/K/46/112-424
Title type
Formal
Date range
1501-11-27 Date is certain to 1501-11-27 Date is certain
Scope and content
Enviando pedir, porquanto a execução do pregão na audiência fora em ele feita, segundo a dita sentença, e do degredo a que assim fora condenado, servira continuadamente um ano na dita vila, segundo um instrumento público de certidão, feito e assinado por João Lourenço Godinho, tabelião em Mértola, aos12 de Outubro de 1501. E porque era homem muito velho e passava dos 60 anos; de pouca vista e pobre, e tinha 4 filhos, que deixara em sua casa, meúdos que não tinham outra cousa que comer senão o que lhe davam e pediam pelo amor de nosso Senhor Deus, e em sua mancebia fizera muitos serviços como na tomada de Alcácer e de Arzila e Tânger, e na batalha de Touro e na Graciosa, e outros muitos serviços, pediu lhe relevasse o tempo que ficava por servir. El-rei, vendo seu dizer, vista a sentença de livramento e como nele fora feita a execução do pregão na audiência, vista a certidão do tempo servido e um praz-me com o seu passe, lhe relevou o mais tempo, vista a sua idade, contanto pagasse 2.000 rs. para a Piedade . El-rei o mandou pelo doutor Gonçalo de Azevedo e por dom Henrique Coutinho João Alvares a fez.
Physical location
Chancelaria de D. Manuel I, liv. 46, fl. 112
Creation date
08/02/2008 00:00:00
Last modification
29/04/2011 21:50:00
Record not reviewed.